O ex-ministro da Saúde, Ricardo Barros (PP), entrou na disputa pela presidência da Câmara Federal. Ele deverá enfrentar o atual presidente Rodrigo Maia (DEM), candidato à reeleição, que tem o apoio do PSL, partido do presidente Jair Bolsonaro.

Para tentar derrotar Maia, a estratégia dos opositores é lançar o máximo de candidatos na tentativa de levar a disputa para o segundo turno. Se obtiverem sucesso, todos os opositores se uniriam contra Maia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *