Decisão publicada no Diário Oficial da União no dia 8 de janeiro pegou de surpresa os agentes da Polícia Federal (PF) da região. O governo passou à responsabilidade da FAB (Força Aérea Brasileira) os Vants (Veículos Aéreos Não Tripulados) até aqui sob a responsabilidade da Polícia Federal.

Os dois Vants foram comprados há 10 anos de Israel, pagos com verbas da PF. As aeronaves fazem voos altos e imperceptíveis e tinha o objetivo de monitorar a faixa de fronteira sobre o Lago de Itaipu e o Rio Paraná.

Mas, sem dinheiro para sua manutenção, os Vants estavam parados há 3 anos num hangar em São Miguel do Iguaçu. Antes disso, fizeram poucos voos, apesar do investimento de milhões para sua aquisição e treinamento de operadores. Foram cerca de R$ 145 milhões gastos com o projeto. E as duas aeronaves estavam sem serventia alguma.

O que a FAB vai fazer com elas, ninguém sabe. Por enquanto continuam empoeiradas no hangar em São Miguel.

As informações são do jornal O Paraná.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *