Depois de realizar exames de rotina médicos detectaram um câncer na glândula tireoide da presidente da Argentina, Cristina Kirchner (foto). O anúncio foi feito ontem (27) pela assessoria da presidente. A presidente terá de ser submetida a uma cirurgia no próximo dia 4 de janeiro e permanecerá em licença médica até o dia 24. Neste período, a presidência será ocupada pelo vice-presidente, Amado Boudou.

Este é o quinto caso de câncer em presidentes da América Latina, a mesma doença já atingiu os presidentes Hugo Chávez, da Venezuela, Fernando Lugo, do Paraguai, e Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff, do Brasil.

Uma notícia destas há 20 ou 30 anos seria quase como a emissão de um atestado de óbito. Na época, a ciência apenas tateava na compreensão do câncer. Com o passar dos anos, porém a medicina venceu várias batalhas contra a doença e passou a entendê-la melhor. Com isso, os estigmas que cercam esse mal também estão sendo demolidos.

Os notáveis avanços nos tratamentos estão derrotando o câncer e fazendo com que ele perca a imagem sombria de predador. O câncer ainda é um desafio para a medicina, mas a vida dos doentes e de suas famílias tornou-se muito mais suportável com a compreensão mais precisa do que ela acarreta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *