Quando risos viram lágrimas

willmutt2Sabe aquela dentadura que o Willmutt carregava junto ao seu traje? Sabe o que ela significava? O sorriso? Não, era a gargalhada em pessoa.

Sim. A senhora Gargalhada. Foi o que eu mais vi em 6 anos viajando com o Willmutt Tas Tores Tos Praceres por incontáveis cidades.

Risos espontâneos, gargalhadas lindas. Pessoas colocando pra fora aquele estresse chato e agoniante do dia-a-dia. De vez em quando tinha algum sujeito sisudo que não mexia um músculo da face, mas que depois do show vinha pedir o cartão pra contratar, porque gostara demais.

Como era gratificante aquilo. E ele, sou uma das testemunhas, se realizava muito no palco. Ria junto com o público. As vezes se perdia no texto. Retomava. Fazia do erro outra piada.

E nos bastidores? Quanto fiasco. Quanta gracinha. As vezes por causa do excesso de sanduíches no camarim. Outras porque não tinha nada pra comer e a gente morrendo de fome.

Tinha lugar que colocavam litros de uísque, energético, cerveja, vodka, toalhinha branca. Mal sabiam que o Cleiton não bebia nem vinagre antes do show. Precisava estar sóbrio, lúcido, ligado, atento, observando.

Tudo isso e as longas viagens criavam situações para piadas bem particulares. Algo que alguns amigos, alguns peludos, puderam acompanhar e hoje devem estar se lembrando, assim como eu.

Mas, há pouco, selecionando alguns vídeos e fotos dele, descobri a fórmula de transformar risos em lágrimas.

Bixo buro bocó. A Linha Paxada chora a sua partida e creio que lamenta o valor que não lhe deu em vida.

Willmutt

willmuttUm ser que nasceu com um talento que é para poucos: fazer a alegria dos outros. Por quase seis anos acompanhei esta figura em quase 100% de suas andanças. Quase. E quantas vezes falamos sobre o trânsito e seus perigos.

Polêmico, teimoso, reclamão, chato, mas acima de tudo engraçado, muito engraçado. E honesto, sinceramente, um cara honesto e autêntico como poucos! Esse era o Cleiton Geovani Kurtz.

Não é preciso falar do Willmutt. Este todos conhecem.

Conhecido e reconhecido como uma das maiores expressões do humor do Sul do Brasil, fez enorme sucesso nos palcos, especialmente de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul. Mas andou por outros palcos, no Paraná, no Mato Grosso do Sul, no Mato Grosso, em Goiás, no DF, na Bahia, no Piauí, em São Paulo e até no Paraguai.

O espetáculo não vai continuar. Mas, a minha parte do texto eu vou guardar. Aqueles 10 minutinhos do prólogo do Showzasso to Willmutt ficarão eternizados na minha memória e do Peludo Piá Do Vizinho.

Vá com Deus, amigo. E abrigado pela oportunidade.

Caso de polícia

Foi parar na Delegacia de Polícia o caso de um trote telefônico em que uma pessoa se passa pelo humorista Willmutt. O trote foi aplicado num disk-sexo e o seu conteúdo é discriminatório e preconceituoso no que tange a orientação sexual da pessoa que atendeu o telefone. Sem contar o uso de incontáveis palavrões.

Como o personagem Willmutt não usa destes tipos de expedientes para divertir as pessoas. Como muita gente estava acreditando mesmo se tratar do Willmutt, a solução encontrada foi registrar um BO para responsabilizar o autor, principalmente no sentido de retirar o conteúdo da internet. Além de prejudicar a imagem do personagem, o trote falso viola os direitos autorais, uma vez que o humorista rondonense Cleiton Kurtz detém os direitos sobre a utilização do nome e imagem do Willmutt.

Cleiton Geovani Kurtz – Willmutt

Na entrevista divulgada nesta quinta-feira (17) pelo quadro Em Conexão no AquiAgora.net, converso com o humorista rondonense Cleiton Geovani Kurtz, que interpreta o personagem Willmutt. Conhecido em todo o Brasil, especialmente nos três estados do Sul, Willmutt divulga o nome de Marechal Cândido Rondon por todos os lugares em que viaja para fazer os seus shows de humor. No nosso bate-papo, ele fala sobre como surgiu o personagem e comenta como iniciaram os shows. Ele também faz uma abordagem sobre o seu envolvimento na política de Marechal Rondon.

Assista abaixo a entrevista na íntegra:

Agenda cheia

willmutt

O humorista rondonense Willmutt está com a agenda cheia neste mês de maio. São shows em todos os finais de semana.

Já esteve em Uruguaiana/RS. Nesta sexta-feira (11) se apresenta pela quinta vez em Lages/SC. Domingo (13) estará em Santa Rosa de Lima/SC. No dia 17 em Caxias/RS, no dia 18 em Carlos Barbosa/RS, nos dias 22 e 23 em São Bento do Sul/SC e no dia 26 em Campo Mourão/PR.

Se continuar fazendo sucesso desse jeito, é bem melhor seguir a carreira artística do que se aventurar na política.

Não faz o meu gosto, mas parabéns Willmutt

O humorista e amigo Cleiton Geovani Kurtz, o Willmutt, foi homenageado no domingo passado, com o título de Cônsul Cultural do Internacional. A homenagem aconteceu em pleno estádio Beira Rio, instantes antes do jogo entre Inter e Palmeiras, pelo Brasileirão.

A premiação foi exibida no telão do estádio e também foi alvo de matéria da TV Inter. Não faz muito o meu gosto, mas parabéns ao Willmutt. Ainda bem que amizade não tem cor e jornalismo deve ser imparcial, senão eu não publicaria o vídeo abaixo.

Vem aí o Willmutt

Willmutt em apresentação na cidade de Palmas-PR

Pra quem não viu ainda o show do humorista rondonense Cleiton Geovani Kurtz, o Willmutt, no mês de junho terá uma grande oportunidade.  Os acadêmicos do 5º Semestre C de Administração da Falurb estão organizando o primeiro show do humorista em Marechal Cândido Rondon.

O show está programado para acontecer no dia 23 de junho, no Clube Concórdia. Aliás, foi justamente no Clube Concórdia que o personagem surgiu, numa brincadeira de amigos, em 2003, quando aconteceu a primeira pegadinha do Willmutt para uma companhia de telefonia celular. Continue lendo…