A senadora paranaense Gleisi Hoffmann, presidente do PT nacional, foi mesmo para a Venezuela. Ela está  em Caracas nesta quinta-feira (10) para prestigiar a posse de Nicolás Maduro.

Em nota, Gleisi citou sete razões para prestigiar a posse do ditador venezuelano, entre elas, “para mostrar que a posição agressiva do governo Bolsonaro contra a Venezuela tem forte oposição no Brasil e contraria nossa tradição diplomática”.

Mas, a posição da paranaense não é unânime nem mesmo entre as lideranças da própria esquerda. No Rio Grande do Sul, a deputada Luciana Genro, do PSOL, escreveu no Twitter, que Gleisi  “está dando uma mãozinha para aqueles que querem liquidar a esquerda”, e que “só uma esquerda mofada para apoiar o Maduro a estas alturas”. Para Luciana, há muito tempo o governo venezuelano deixou de ser um governo progressista.

As informações são da Gazeta do Povo.

One Reply to “Gleisi foi pra Venezuela”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *