O presidente Jair Bolsonaro (PSL) não gostou nem um pouco da atitude do seu antecessor Michel Temer (MDB) que nomeou o seu articulador político, ex-ministro Carlos Marun, para o conselho da Itaipu. A nomeação aconteceu no dia 31 de dezembro, no apagar das luzes do governo de Temer.
Bolsonaro promete rever o ato e é bem provável que anule a nomeação de Marun, que teria mandato na Itaipu até 2020 e receberia salário de R$ 27 mil para participar de reuniões bimestrais.
Caso se confirme a anulação do ato, Marun deve voltar para a Câmara, visando concluir seu mandato de deputado federal que vai até 31 de janeiro.
As informações são do Estadão.

One Reply to “Bolsonaro vai rever nomeação de Marun para a Itaipu”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *