foiceNão sei qual foi a intenção do presidente da Bolívia, Evo Morales, ao presentear o Papa Francisco com um crucifixo com Cristo sobre uma cruz formada por uma foice e um martelo, símbolos do comunismo.

A foice e o martelo representam duas classes, o campesinato e o proletariado industrial, respectivamente. Esta aliança é considerada fundamental pelos marxistas para o sucesso da revolução socialista.

Historicamente, a fé cristã e o comunismo são ideologicamente incompatíveis. O marxismo autêntico nunca gostou do cristianismo autêntico e vice-versa.

O próprio Papa Francisco já disse que o comunismo tenta roubar da igreja a “bandeira dos pobres”, e que como o cristianismo tem quase dois mil anos a mais que o marxismo, então os marxistas são cristãos.

Independente de qual tenha sido a intenção do polêmico presidente boliviano com o presente inusitado, com certeza ele gerou polêmica e muita controvérsia. O assunto haverá de ser pauta de muitos artigos e análises acerca de comunismo e cristianismo nos próximos dias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *