Praticamente todo o primeiro escalão do novo governo Moacir e Cottica está definido. O prefeito somente ainda não definiu pela indicação à presidência da Codecar.

Neste caso específico não se trata de nenhuma questão de ordem política. É pura e simplesmente uma indefinição técnica. A dúvida é o que fazer com a Codecar.

Responsável pelo recolhimento do lixo, pela pedreira municipal e pela estação rodoviária, a Codecar há muitos anos é responsável por um grande ônus para as administrações. Ela custa mais do que rende.

Por isso da indefinição. O prefeito ainda não tem claro qual é a melhor alternativa para a empresa, onde a prefeitura é a acionista majoritária.

One Reply to “Codecar”

  1. Agora está explicado.
    O serviço de coleta de lixo sempre era bom na nossa cidade, mas neste ano está horrível. Será que tem algum sabotador querendo este serviço, que hoje é da Codecar????
    A Codecar é um patrimônio rondonense, que no passado gerava lucro, prosperidade e orgulho para os nossos munícipes. Mas os maus políticos sangraram esta empresa até a beira da morte, depois disso foi usada apenas como cabide de emprego. Se houvesse seriedade na nossa administração pública, já teria sido feita uma auditoria para ver quem roubou a Codecar e encaminhado para o Poder Judiciário. Dizem que o desvio foi tão grande no passado, que inclusive, foram usados postes da Codecar para levar energia para fazenda de político ladrão em outro Estado. Hoje a Codecar sucateada atrapalha alguns, pois preferem as negociatas das terceirizações do que a Codecar para executar os serviços públicos. Estes sanguessugas estão tentando extinguir a Codecar, sendo que a prefeitura deverá arcar com os débitos fiscais e trabalhistas existentes e os créditos e equipamentos talvez vão sumir da mesma maneira que os postes de iluminação somem na nossa cidade. Depois a Prefeitura deverá contratar algumas empresas para gerir a Rodoviária, a coleta de lixo e a pedreira municipal. Mas é claro que isso vai nos custar muito mais caro do que custa agora com a Codecar. Nenhum mau político reclamará, porque os prejuízos da municipalidade para eles é motivo de festa e garantia de lucro pessoal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *