A Procuradoria Regional Eleitoral do Estado do Paraná emitiu parecer na última quinta-feira sobre o recurso eleitoral impetrado por Moacir Luiz Froehlich e Silvestre Cottica, contra a sentença de primeira instância que cassou suas candidaturas. O Ministério Público Federal entende que, apesar do repasse de incentivos a empresas não ser permitido aos agentes públicos em período eleitoral, o caso não chegou a influenciar na disputa eleitoral. Por isso, o parecer foi para desconsiderar a cassação e diminuir a multa.

O recurso pode ser julgado pelo TRE ainda no decorrer desta semana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *