Passado o período eleitoral, já começam as conversas sobre quem vai ser o futuro presidente da Câmara em Marechal Cândido Rondon. Como o PMDB elegeu 5 dos 9 vereadores, alguns dos eleitos já manifestaram publicamente que a presidência deve ser do PMDB.

Porém, em entrevista do Jornal O Presente nesta terça-feira (23), o vereador reeleito do PP, Adriano Cottica, lembrou que o seu partido também foi importante na busca de votos e que igualmente pensa na presidência do Legislativo.

Independente de quem seja o presidente, dificilmente o grupo irá repetir o erro cometido há 4 anos, quando Ito Rannov compôs com os 3 vereadores da oposição e com Ítalo Fumagali, elegendo-se presidente da Câmara, contrariando os colegas de coligação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *