Na última semana conversei com o assistente de árbitro FIFA Roberto Braatz. Nascido em Marechal Cândido Rondon, ele integrou o trio de arbitragem que representou o Brasil na Copa do Mundo da África do Sul, em 2010. Roberto está em seu último ano de arbitragem, uma vez que atinge a idade limite estabelecida pela FIFA (45 anos). Na entrevista ele faz uma avaliação de sua carreira e comenta momentos inusitados. Roberto também fala sobre os planos futuros, comentando que já tem convites para atuar como instrutor em cursos de arbitragem. Confira na íntegra da entrevista levada ao ar nesta segunda-feira pelo site AquiAgora.net

[yframe url=’http://www.youtube.com/watch?v=or–YitAlh0′]

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *