A onda agora é discutir o horário e o dia da sessão da Câmara Municipal de Marechal Cândido Rondon. Os vereadores mudaram as sessões ordinárias de segunda-feira às 18 horas para às terças-feiras às 8h30. E, é claro, como ocorre em toda mudança, a repercussão já está acontecendo, especialmente com relação as manifestações contrárias. Agora, até parece que todo mundo assistia com assiduamente às sessões.

Não devemos apenas olhar o aspecto dos vereadores, mas também a questão administrativa da casa. Tem funcionários do Legislativo que estudam e têm outras atribuições no período noturno e, como é necessário que acompanhem as sessões, isso acaba criando uma série de transtornos. Penso que a transferência das sessões para a parte da manhã vai facilitar a questão administrativa da casa, tanto é que várias Câmaras da região já adotaram esse procedimento há muito mais tempo, como Cascavel, por exemplo.

Por outro lado, concordo que a mudança prejudica alguns munícipes de assistir às sessões. Eu acompanho seguidamente as sessões e em mais de 90% delas são sempre as mesmas pessoas que estão na plenária e, destes, mais da metade é assessor ou pessoa ligada diretamente aos vereadores. Por isso, não vejo grande prejuízo. Esse discurso de que o povo não vai ter acesso é meio furado, pois basta dar uma olhadinha no livro de presenças da Câmara, pra ver quantos munícipes realmente acompanham com assiduidade as sessões.

É quase inexpressivo o número de pessoas que acompanha as sessões, se considerarmos a nossa população de 47 mil habitantes. Mas, de qualquer forma o debate é interessante. Porém, penso que antes de nos preocuparmos com o dia e horário da sessão, deveríamos debater o conteúdo das sessões, pois tenho observado que questões de ordem pessoal e picuínhas políticas, sem contar os escândalos de diárias, prevalecem sobre os debates de projetos e o papel fiscalizador do legislador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *