Vieram até emissoras de TV de fora pra registrar a confusão que está acontecendo na Câmara de Marechal Cândido Rondon. Hoje, novamente, o clima ficou tenso no Legislativo, quando o vereador Ítalo Fumagali pediu segurança por estar se sentindo ameaçado. Uma pessoa da plateia, que foi cabo eleitoral de Fumagali no passado, perdeu a estribeira e largou o verbo contra o  vereador. O presidente Ila precisou interromper a sessão e pedir a presença da polícia para acalmar os ânimos.

Passada a confusão e com a presença de dois PMs no plenário da Câmara Municipal, Fumagali relaxou, tomando um leitinho e comendo pipoca. Faltou alguém avisar que a sessão não era de cinema.

4 Replies to “Depois da confusão, uma pipoquinha

  1. Gostaria de deixar aqui observação, que se na sessão nao é hora de leitinho, vamos comunicar tambem ao nosso nobre vereador Guido que tbm nao e uma boa hora para tomar “chimarraozinho”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *