O Jornal O Paraná, de Cascavel, publica neste domingo (29) uma matéria sobre o Vant, avião sem tripulante de tecnologia israelense para atuar no combate ao crime na fronteira. Ocorre que aeronave adquirida pelo governo brasileiro no valor de R$ 8 milhões, nunca foi usada efetivamente. Ela está parada há quatro meses num hangar no aeroporto de São Miguel do Iguaçu.

A promessa do equipamento era revolucionária. Sua aquisição tornaria a PF brasileira a única no mundo a contar com uma tecnologia tão avançada e com autonomia de voo de até 20 horas. Pelo menos essa foi a propaganda feita há pouco mais de três meses, quando do voo inaugural, demonstrado para a imprensa e autoridades convidadas em São Miguel do Iguaçu.

Segundo a reportagem do O Paraná, não houve informações nem foi repassado diagnóstico das investigações e operações realizadas. Informações extraoficiais dão conta que o equipamento está inoperante por uma série de motivos, um deles seria a falta de recursos para a compra de combustível e inexistência de estrutura para mantê-lo no ar, o que poderia envolver a manutenção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *