O Jornal da Cidade, de Bauru (SP), apresenta uma reportagem interessante na sua edição desta sexta-feira (27), sobre a fraude dos pontos na carteira. É algo praticado com frequência por motoristas multados, que não querem acumular um número elevado de pontos na CNH ou mesmo ultrapassar o limite de 20 pontos, e, consequentemente, perder a carteira.

Para escapar dos pontos, o motorista mente, informando que quem estava dirigindo era outra pessoa, normalmente um parente ou amigo, que aceita a transferência por pura camaradagem.

Quem faz isso e quem aceita assumir a notificação no lugar do motorista infrator deve ficar atento. Esse tipo de fraude é considerado crime grave e pode acarretar condenação de 1 a 3 anos de reclusão.

Na maioria dos casos, os réus são cidadãos comuns, que não possuem antecedentes criminais e nem a dimensão de que é crime a prática de camaradagem tão difundida para livrar um parente ou amigo de pontos na Carteira.
Fica o alerta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *