Novo capítulo

Antes de iniciar o processo eleitoral deste ano em Marechal Cândido Rondon já havia quem arriscasse dizer que esta seria uma eleição diferente, com menos barulho, porém com um embate jurídico muito forte. E as perspectivas se confirmaram.

Enquanto em todo o Brasil a grande maioria dos municípios já sabe quem será seu futuro prefeito, até mesmo nas cidades que tiveram segundo turno, em Marechal Rondon a questão ainda depende de decisões na esfera judicial.

Se de um lado, o prefeito Moacir Froehlich aguarda com expectativa a decisão do TRE, em Curitiba, quanto ao seu recurso devido à cassação do registro de sua candidatura, por outro lado, Vítor Giacobbo também entra no clima de expectativa, pois pode vir a enfrentar situação semelhante. Continue lendo…

PSD com Vítor

O PSD de Marechal Cândido Rondon anunciou publicamente, através de matéria no jornal O Presente deste sábado (23), que apóia a indicação de Vítor Giacobbo, do PTB, a prefeito. Se a decisão for confirmada na convenção do partido, marcada para o próximo sábado (30), já serão três os partidos apoiando Giacobbo: PTB, DEM e PSD. Existe a expectativa também do PSDB, sendo que teria sido formulado convite para que o seu presidente, Dante Tonezer, fosse candidato a vice numa eventual chapa encabeçada por Vítor.

Mas, um detalhe chama atenção na matéria publicada no jornal O Presente e que levanta a suspeita de que nem tudo está tão claro no PSD. O anúncio do apoio ao pré-candidato Vítor Giacobbo foi feito pela empresária Ana Carolina Seyboth Kurtz , que não faz parte da executiva do partido, e pelo vogal Luiz Bohnen (Lula). Informações extra-oficiais dão conta de que o apoio a Giacobbo não é tão unânime assim.

Vítor Giacobbo

Na semana passada gravei entrevista com o engenheiro e empresário Vítor Giacobbo, ele que é uma das lideranças cujo nome vem sendo lembrado como possível candidato a prefeito pela oposição. Filiado ao PTB, a pré-candidatura de Vítor conta com o apoio do Democratas e tem trabalhado no sentido de agregar mais aliados entre os partidos de oposição, visando a construção de uma candidatura forte. Porém, a definição de quem serão os candidatos, na sua opinião, depende da discussão interna de cada partido. Por outro lado, Giacobbo acredita que o principal ponto das discussões durante a campanha será o planejamento do município. Confira abaixo, na íntegra, a entrevista concedida por Vítor Giacobbo para o quadro “Em Conexão” do AquiAgora.net.

Oposição

Tudo indica que o petebista Vítor Giacobbo venha mesmo a ser candidato a prefeito com o apoio do Democratas local. Ele tem intensificado suas articulações junto as lideranças e conquistado apoios importantes. Mas, sabe que ainda tem muito o que conversar pela frente, especialmente com PPS, PSC, PSDB e PSD. Continue lendo…

Vítor fica no PTB

Ao contrário de muitas especulações que ocorreram nos últimos dias, dando conta de que o engenheiro Vítor Giacobbo deixaria o PTB para ingressar em outra sigla partidária, ele permanece no partido. Ele é um dos nomes que o partido disponibiliza para ser candidato a prefeito em 2012. Há alguns meses Vítor vem se organizando para consolidar sua pré-candidatura.

Além dele, o partido também tem no vereador Elmir Port outro nome forte para disputar a eleição à majoritária no ano que vem, bem como também no ex-vice-prefeito Valdir Port, o Portinho, que igualmente seguidamente é citado como um nome para postular uma candidatura. Cada um, a seu modo, tem realizado o seu trabalho, de forma madura e às claras, demonstrando nítida maturidade política.