Vazamento no Lago

É impressionante como vai longe a imaginação das pessoas. Foi voz corrente há poucos dias a informação de que a água do Lago Municipal estaria vazando em função de uma perfuração feita nas obras do Teatro, que fica do outro lado da Avenida Rio Grande do Sul.

Que a água do Lago abaixou é visivel e notório. Agora, me impressiona a falta de discernimento das pessoas em logo querer arrumar um atributo político para tal fato. Como se tudo o que ocorresse no município tivesse motivação política.

A água vazou sim. Mas, vazou por que? Continue lendo…

Um alerta aos desavisados

Com a popularização da internet e a aproximação do período eleitoral, as redes sociais, como o Twitter e o Facebook, serão instrumentos muito utilizados e importantes no marketing político deste ano. Mas, o presidente do TSE, Tribunal Superior Eleitoral,, Ricardo Lewandowski, fez uma recomendação interessante no final do ano passado.
Segundo ele, quem quer se candidatar a prefeito ou vereador em 2012 precisa ter muita cautela no uso de redes sociais como Twitter e Facebook, especialmente no período que antecede a época da campanha eleitoral.
Conforme o presidente do TSE, quem anunciar que é candidato antes do período permitido (na 1ª semana de julho) pode ter negado o registro de candidatura.

Fofoca e política

Acho uma tremenda hipocrisia quando ouço alguém falar que não gosta de fofoca. É muito comum as pessoas terem interesse pela vida uma das outras, especialmente quando se trata de pessoas famosas. Comentam mesmo!

Agora, quando a fofoca vem carregada de comentários maldosos, ácidos, movidos por mero interesse, é preciso muito cuidado. Principalmente quando se trata de interesse político. Cuidado! É perigoso dar muita atenção para quem não faz nada, além de fofocar.

Tenho recebido algumas críticas por não permitir alardear algumas fofocas através dos recados do AquiAgora.net. Mas, os 20 anos de jornalismo que carrego nas costas me ensinaram a ser cauteloso com isso, especialmente em ano eleitoral, quando o eleitor costumeiramente é bombardeado por acusações entre e sobre candidatos. Continue lendo…

Vem comigo?

A legislação eleitoral parece estar prestes a jogar uma pá de cal sobre o que pretendia ser uma candidatura a prefeito de Marechal Cândido Rondon em 2012. Trata-se do nome do sindicalista Wilson Moraes, que saiu do PRTB para entrar no PPS e aparece entre os casos de dupla filiação identificados pela Justiça Eleitoral.

Como ele não se desfiliou do PRTB antes de se filiar ao PPS, ele ficará impossibilitado de ser candidato nas eleições do ano que vem. A decisão foi publicada pelo TRE – Tribunal Regional Eleitoral. É claro que Moraes ainda poderá recorrer da decisão, mas a princípio, é um nome a menos na disputa pelo paço municipal no ano que vem.

Que cenário é esse?

O ano de 2012 se aproxima. E, com ele, toda uma movimentação política que deverá se desenrolar nos primeiros seis meses, visando as eleições municipais.

Até agora está tudo muito estranho em Marechal Cândido Rondon. A única coisa que parece certa é que o PMDB deve ir novamente de Moacir Froehlich a prefeito, com Silvestre Cottica, do PP, de vice. Apesar disso há quem acredite na possibilidade do PP estar com o DEM, numa articulação envolvendo os deputados Elio Rusch e Dilceu Sperafico, como acontece em outros municípios da região.  Mas, eu particularmente, não acredito muito nesta possibilidade.

Pelos lados da oposição a coisa parece estar cada vez mais dividida. Os dois únicos partidos que realmente sentam à mesma mesa são o DEM e o PTB. O PPS está andando com pernas próprias há um bom tempo, desde que desalojaram o ex-prefeito Dieter. Da mesma forma o PSDB, do ex-vereador Dante Tonezer. O recém-criado PSD também não quer muita conversa com os tradicionais. O PSC até que conversa, mas só conversa.

Pelo jeito, a turma da costura vai ter muito trabalho no ano que vem.

Vítor fica no PTB

Ao contrário de muitas especulações que ocorreram nos últimos dias, dando conta de que o engenheiro Vítor Giacobbo deixaria o PTB para ingressar em outra sigla partidária, ele permanece no partido. Ele é um dos nomes que o partido disponibiliza para ser candidato a prefeito em 2012. Há alguns meses Vítor vem se organizando para consolidar sua pré-candidatura.

Além dele, o partido também tem no vereador Elmir Port outro nome forte para disputar a eleição à majoritária no ano que vem, bem como também no ex-vice-prefeito Valdir Port, o Portinho, que igualmente seguidamente é citado como um nome para postular uma candidatura. Cada um, a seu modo, tem realizado o seu trabalho, de forma madura e às claras, demonstrando nítida maturidade política.

Semana de correrias

Esta é a semana de correrias para os partidos políticos e aquelas pessoas que pensam em se candidatar para algum cargo eletivo nas eleições municipais de 2012. Diz a lei que quem quiser ser candidato no ano que vem precisa estar filiado a algum partido um ano antes do pleito. E o prazo vence na próxima sexta-feira, dia 7.