Nojo da política

As experiências da vida desenvolvem em nós algumas emoções que afetam diretamente o nosso julgamento moral. Emoções como nojo, medo, raiva. E essas emoções acabam exercendo um efeito poderoso sobre o nosso comportamento.

A emoção do nojo, por exemplo, se desenvolve para nos proteger. Sim. Graças ao nojo que sentimos evitamos a ingestão de alimentos estragados, de substâncias tóxicas. O nojo também nos leva ao afastamento de odores desagradáveis.

Mais recentemente, os brasileiros têm experimentado uma nova correlação dessa emoção: o nojo da política. E cada dia que se passa, a cada nova escalada de manchetes, só aumenta mais a vontade das pessoas de bem se afastarem desse meio podre, fedido e venenoso.

E o que preocupa ainda mais é o tempo que se leva para recuperar gosto por algo que lhe enojou uma vez.