Resultado apertado

maioridadePor muito pouco não foi aprovado o texto-base da proposta de emenda à Constituição que reduz a maioridade penal de 18 para 16 anos nos casos de crimes graves. Para ser aprovada, a proposta precisava de 308 votos favoráveis, mas obteve apenas 303. Outros 184 deputados votaram contra e 3 se abstiveram.

O resultado mostra uma tendência nacional. A tolerância para com os crimes envolvendo menores está no limite. Acredito que se o país tivesse uma condição carcerária um pouco mais favorável, muito provavelmente a matéria teria sido aprovada.

Mas, a discussão ainda não acabou. Ainda falta a Câmara votar o texto original, que reduz a idade penal para 16 anos em qualquer crime. Essa votação deve ser votada na semana que vem. Se for rejeitada novamente, e deve ser, a proposta vai ser arquivada.

Sai Bento, chega Chico

A escolha do novo Papa, o argentino Jorge Mario Bergoglio, 76, arcebispo de Buenos Aires, fez surgir uma série de comentários bem humorados, especialmente nas redes sociais, como o Facebook e o Twitter. As brincadeiras envolvem principalmente o fato do Papa ser argentino, em função da grande rivalidade que existe entre Brasil e Argentina no futebol.

A escolha do nome Francisco, também gerou uma grande consciência. Os dois últimos papas formam o nome de um personagem das histórias em quadrinhos do cartunista brasileiro Maurício de Sousa: Chico Bento.

E o próprio Maurício resolveu homenagear o novo Papa e esta incrível coincidência com um quadrinho que publicou hoje (14) no seu Twitter. Na arte, Chico Bento comenta com um sotaque caipira: “Tô orgüioso do meu nome! Acho qui o pessoar do Vaticano lê minhas historinha!”.

Voto num poste

O ex-presidente Lula lançou a presidente Dilma à reeleição na última quarta-feira, numa festa do PT. Ele fez isso estrategicamente, para evitar a deflagração de um movimento “VOlta Lula”.

Mas, o que chamou a atenção dos petistas foi o tratamento de Lula à presidente DIlma ao lançá-la à reeleição.

Disse Lula: “A primeiro vez que votei para Presidente foi em mim mesmo, de tanto que gostava de mim (risos), na segunda votação também foi em mim (mais risos), na terceira, por azar, foi num poste (silêncio) que está iluminando o Brasil (novos aplausos)”.

Nova lei seca

Com a nova lei seca, muito mais rigorosa, até quem comer um bombom de licor ou algum remédio homeopático pode cair no bafômetro. Mas, a pessoa tem o direito de exigir um segundo exame, que é feito 15 minutos depois. Se foi mesmo um bombom ou um remédio ingerido, a pequena quantidade de álcool já terá sido absorvida pelo organismo e o bafômetro vai zerar.

Mas, quem for pego dirigindo depois de tomar qualquer quantidade de bebida alcoólica vai ser multado e perder a carteira. A nova norma não permite nenhuma quantidade de álcool no sangue do condutor. A multa é de R$ 1.915,30. Além disso o carro é apreendido e, dependendo da quantidade, o sujeito é preso.

Comentários desativados em Nova lei seca

Ressurge das cinzas

Ressurge das cinzas a discussão acerca do número de vereadores em Marechal Cândido Rondon a partir do ano que vem. Notícia veiculada pela Rádio Difusora dá conta de que partidos políticos do município estariam solicitando o aumento do número de vagas no Legislativo de 9 para 13 cadeiras.

A questão polêmica já foi amplamente discutida no ano passado, quando a sociedade se mobilizou e inclusive coletou assinaturas para manifestar-se contra o aumento. Devido a pressão popular, os vereadores votaram favoravelmente a um projeto de lei estabelecendo o número de vagas em 9.

A notícia de que o assunto voltará à pauta de discussões já começa a gerar as primeiras manifestações em contrário. O caldo deve voltar a ferver se de fato a matéria for colocada novamente em pauta.