O ex-prefeito de Marechal Cândido Rondon, Moacir Froehlich (MDB) conseguiu ser absolvido em mais uma ação civil pública que havia sido movida pelo Ministério Público. A ação foi julgada improcedente pelo Poder Judiciário de Marechal Cândido Rondon esta semana.

Foi questionada à época a contratação de empresa para a realização de serviços de borracharia em prol da frota municipal.

Foram citados pela ação, além do então prefeito Moacir Froehlich, quatro secretários de seu governo: Adriano Cottica, Adelar Urnau, Ronaldo Pohl e Marta Salete Bento, assim como o dono da empresa, Juliano Rotta.

De acordo com o advogado João Bersch, o questionamento sobre possível ato de improbidade administrativa feito pela Promotoria de Justiça acabou sendo julgado improcedente e todos os acusados foram absolvidos.

Fonte: Rádio Difusora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *