Não há dúvidas que o Lago Municipal é um dos principais cartões postais de Marechal Cândido Rondon. E não é por menos. O local é agradável e muito frequentado por rondonenses e visitantes, especialmente nos finais de semana.

Mas, o lago também tem as suas chagas. A principal delas são os sanitários precários, sujos e fedidos, que contrastam com a beleza do local e certamente não deixam uma boa impressão.

São duas as unidades. Uma é localizada próximo à academia ao ar livre e está um pouco mais “usável”. A outra fica no lado oposto, próximo à mata e quase sempre está impraticável. Aliás, o sanitário masculino geralmente está trancado.

Além dos sanitários, outra estrutura que destoa é uma quadra de vôlei de areia construída recentemente, às pressas, para sediar partidas dos Jogos de Aventura e Natureza promovidos pelo Governo do Estado na região.

É a legítima obra feita a toque de caixa. Dá a nítida impressão que ficou pela metade. Nem foi toda rebocada e o alambrado que foi instalado originalmente, já não existe mais. Se não ocorrer nenhuma intervenção logo, vai acontecer com a quadra o mesmo que ocorreu com o labirinto verde, originalmente instalado naquele local e que nunca vingou.

São coisas simples e que certamente não demandam muitos recursos para ser corrigidas. Ter banheiros limpos num ambiente turístico e de lazer, é o mínimo que se pode oferecer aos frequentadores.

A quadra de vôlei foi construída às pressas e depois abandonada.
Os sanitários são sujos e mal conservados. Isto quando não estão com as portas trancadas.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *