O centro das notícias de ontem (10) no Brasil foi um artigo da agência de notícias Bloomberg, que dizia que os Estados Unidos não apoiaram a entrada do Brasil no chamado clube dos países mais ricos, a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). A notícia se originou de uma carta vazada do secretário de Estado americano Mike Pompeo à OCDE em agosto não mencionava o Brasil e apoiava apenas as candidaturas da Argentina e Romênia.

Horas mais tarde vieram os desmentidos. O próprio Trump usou o Twitter para chamar o artigo de “fake news” e disse que a declaração conjunta divulgada em março com Bolsonaro deixa “absolutamente claro” que ele apoia o início do processo pelo Brasil para se tornar membro integral da OCDE.

Em transmissão no Facebook, já à noite, o presidente Jair Bolsonaro procurou minimizar a notícia.

“Vai chegar a nossa hora”, disse Bolsonaro. “Conversei com o Trump duas vezes. Na primeira vez que eu pedi, imediatamente ele me deu, mas não depende só dele. Os dois países estavam na nossa frente. Leva mais de ano essa entrada. Em 2017, o Brasil tentou e não deu certo, com o presidente Temer. Os governos do PT nem tentaram”, completou. Veja no vídeo a partir dos 8 minutos e 35 segundos:

 

One Reply to “OCDE: Trump diz que é fake news; Bolsonaro afirma que vai chegar a nossa hora”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *