O compartilhamento de carros elétricos ainda é algo quase embrionário no Brasil. Mas, aos poucos esse conceito vai se expandido. A montadora Renault é a precursora do serviço e esta semana liberou 16 unidades do veículo elétrico Renault Twizy para serem compartilhadas por servidores públicos do Governo do Distrito Federal, num projeto desenvolvido em conjunto com a Fundação Parque Tecnológico de Itaipu (PTI).

Cerca de 300 funcionários previamente cadastrados e autorizados vão poder rodar gratuitamente com os carros movidos a bateria numa área de circulação restrita entre a Esplanada dos Ministérios e a sede dos órgãos da administração do DF.

Usando um aplicativo, será possível acessar o veículo, bem como rastreá-lo, monitorar a velocidade, a carga de bateria, as rotas percorridas e medir a quantidade de emissão de gases de efeito estufa que deixam de ser enviados para a atmosfera.

A parceria pioneira na capital federal servirá como experiência para a ampliação para outras localidade no Brasil. Provavelmente uma delas seja Curitiba. Até porque a Renault desenvolve os projetos em São José dos Pinhais, no Paraná, onde fica a sede da montadora no Brasil.

O Twizy tem autonomia de 100 quilômetros e pode atingir 80 km/h de velocidade máxima. Ele transporta apenas o motorista e um passageiro.

Estacionamento para elétricos em Brasília. (Foto: Renyere Trovão|Gazeta do Povo)
O Twizy tem autonomia de 100 quilômetros e pode atingir 80 km/h de velocidade máxima. (Foto: Renyere Trovão|Gazeta do Povo)

As informações são da Gazeta do Povo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *