Na abertura da sessão plenária desta quinta-feira (14) o presidente do STF, ministro Dias Toffoli, anunciou a abertura de inquérito criminal para apurar fatos relacionados a notícias “falsas, caluniosas, difamantes e injuriantes” que atinjam a honra dos membros do STF e seus familiares. O procedimento tramitará sob sigilo. Toffoli não informou quais fatos específicos serão investigados.

O presidente da Corte disse que o ministro Alexandre de Moraes será o relator do inquérito. No início do pronunciamento, Toffoli afirmou ainda que “não existe Estado Democrático de Direito sem Judiciário independente e imprensa livre”.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.