Após vários dias viajando em função de compromissos profissionais retornei neste final de semana para Marechal Cândido Rondon. Revendo os jornais dos dias que estive fora, a publicação de uma pesquisa me chamou atenção em especial. Ela revela uma suposta aprovação superior a 85% à administração municipal rondonense.

Seria um número realmente expressivo. Mas, a começar pela interpretação da pesquisa, já podemos notar um equívoco grotesco. Afinal, não entendo que uma avaliação REGULAR possa ser considerada aprovação. Na escola, pelo menos, acho que quem só tira REGULAR, reprova. Mas, se quiserem interpretar a nota REGULAR como aprovação… parabéns. Afinal, não é pra qualquer um 85% de aprovação. Mas, eu continuo achando que REGULAR, REPROVA.

Ah, esqueci de falar antes… a nota REGULAR representou 37,30% das opiniões na referida pesquisa.

7 Replies to “Regular, reprova

  1. PARABÉNS não sei para quem… Depois de todos escândalos envolvendo a administração atual, 85% de aprovação. O que isso quer dizer? que MCR fica no Brasil. Onde todos esquecem dos escândalos, e aprovam balões festas e copa do mundo, isso serve de índice para eleger um Politico. NO BRASIL DIZEM AS BOCAS QUE ESTA TUDO BEM MAS: “A indústria da transformação está muito mal”, diz Silvia Matos, economista do Instituto Brasileiro de Economia (Ibre) da Fundação Getúlio Vargas no Rio. O Ibre projeta crescimento de 0,3% do PIB no terceiro trimestre, em relação ao trimestre anterior, na série dessazonalizada. A previsão para a indústria, porém, é de queda de 0,7%.

  2. Jadir, não vi detalhamentos da pesquisa para opinar mas se foi usada a escala de Likert (likert scale) com as pontuações (péssimo, ruim, regular, bom e ótimo) seria razoável, no mínimo, considerar o metade do valor REGULAR como aprovação e outra metade como reprovação. Também seria importante verificar a quantidade de questionários que foram aplicados e os locais que os mesmo foram aplicados e se as demais cotas da população (sexo, renda, escolaridade) foram respeitadas. Enfim, muitas coisas podem influenciar em um resultado de uma pesquisa. Não podemos apenas sair julgando os resultados. A estatística mostra números apenas de um ponto de vista, por isso sempre digo se quiser falar a verdade mostre números e se contar uma grande mentira mostre os mesmos números de outra forma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *