Câmeras de monitoramento têm sido uma alternativa interessante para garantir a segurança em centros urbanos. Mas, em alguns destes centros, elas também são motivo de polêmicas e dúvidas. Dois casos bem próximos estão em Guarapuava e Marechal Rondon.

Em Guarapuava o assunto foi motivo de reportagem exibida no Jornal Nacional desta segunda-feira (14) sobre quatro câmeras de segurança instaladas para vigiar uma estátua (veja matéria em vídeo abaixo). São as únicas câmeras de segurança da prefeitura e a sua instalação para monitorar a estátua tem causado polêmica entre os moradores, que querem equipamentos para melhorar as condições de segurança na cidade e não para vigiar uma estátua.

Por outro lado, as câmeras de segurança que já renderam muita mídia em Marechal Cândido Rondon, simplesmente foram retiradas. Quem passar pela rotatória da bandeira, no cruzamento das avenidas Maripá e Rio Grande do Sul, e olhar para cima, vai notar que as câmeras não estão mais no local. Resta saber por quê foram retiradas?

[yframe url=’http://www.youtube.com/watch?v=J5J2KG7myWA’]

One Reply to “Câmeras e polêmicas”

  1. Há mais de meio ano questiono sobre a tal câmera de segurança da rotatória, agora resta saber o quanto foi gasto com essa “lambança”, pois foi usada em campanha de deputado e sempre questionei, será que funcionou mesmo, ou foi somente para tirar fotos para a campanha? tá na hora do POVÃO acordar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *