Foi muito inteligente a solução encontrada pela assessoria do prefeito de Marechal Cândido Rondon, ao transferir a ilegalidade do retide e do adicional por grau de instrução dos cargos de confiança para o salário base. Além de corrigir o problema apontado pelo Tribunal de Contas, conseguiram viabilizar aumento salarial pra muita gente, uma vez que, pelo jeito, a média foi feita por cima, ou seja, como se todos os assessores tivessem curso superior ou pós-graduação.

Pena que não encontrem alternativas rápidas como essa quando se trata de conceder aumento aos funcionários efetivos, aos concursados. Os professores, as merendeiras, os agentes de educação infantil, os operadores de máquina, os motoristas e tantos outros que integram o quadro do funcionalismo público municipal agradeceriam.

Não quero dizer que é muito o salário base dos assessores do prefeito. Pode ser muito para alguns, mas pode ser pouco para outros. Vai da competência, da qualificação e do comprometimento de cada um.

O estranho é a forma como este projeto tramitou na Câmara de Vereadores. Passou quietinho, rápido, sem polêmica, votado em sessões extraordinárias, no meio da semana.

Enquanto se mobiliza a sociedade para impedir o aumento de quatro vagas de vereador na Câmara, um aumento exorbitante do salário base dos funcionários comissionados passa sem que ninguém se manifeste ou lance um alerta. Com certeza, o impacto será muito maior do que os 4 vereadores. É só fazer as contas.

8 Replies to “Ilegalidade transferida

  1. O pior de tudo é o contraste das ruas esburacadas, bairros sem asfalto e ainda por cima… nada do início da implantação do sistema de rede de esgoto…

    …mas esperem!!! O ano eleitoral está escondidinho, pronto para aparecer de trás das cortinas como se fosse o santo milagreiro desta gestão.

    Claro… Estou curioso para saber qual será o milagre da vez: será, enfim, a concretização do bordão 'Rondon em obras!’ ou será uma limpa na casa executiva…

  2. Pô Eduardo… eles acabaram de comprar a área e tu já quer o esgoto funcionando??? calma hômi….
    “Legal” era quando tinha funcionário ganhando RETIDE de 70, 80, 90 ou até 100% e tirando mais do que um secretário, né???
    Agora não é mais “legal” porque “acabou-se o que era douce”… huahuahua

    1. Que feio, Pedro, ou seja lá qual for seu nome verdadeiro.
      Usando computador e internet da prefeitura pra mandar recadinhos anônimos.
      Você deveria tomar mais cuidado com os métodos eletrônicos de fazer provocações anônimas.
      Que tal criar coragem e colocar seu nome real nos seus comentários? Já que, com as informações técnicas abaixo, que vem junto com seu comentário, não é muito difícil descobrir quem escreveu.
      Abraço

      E-mail: viuvachorona@hotmail.com
      IP: 187.86.59.5
      Decimal: 3142990597
      Hostname: servermcr.mcr.pr.gov.br

  3. Como tem gente bobinha nesse mundo, este tal de Pedro caiu na arapuca hahahahha.
    QUE BOBINHO ESSE MININO hahahahahahha
    Será que ele tambem ganhou o tal aumento de sálario ?????

  4. Lamentável que essa inteligência dos assessores seja utilizada dessa forma e para esse fim. Que bom seria se esses mesmos assessores utilizassem essa inteligência para o bem do povo rondonense… Que bom seria…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *