Dois episódios isolados que ocorreram na sessão da Câmara Municipal de Marechal Cândido Rondon na última segunda-feira (08) acabaram ganhando uma repercussão extraordinária na mídia rondonense. Tentar vincular atitudes individuais com o trabalho do Observatório Social tem pra mim a nítida intenção revanchista ou de diminuir o papel importante que exerce essa entidade, fiscalizando e cobrando atitudes dos agentes públicos, independente de posicionamento político.

Está correta a medida adotada pelo Poder Legislativo em encaminhar ofício ao Observatório, relatando o ocorrido na última sessão envolvendo dois dos seus membros. Da mesma forma, não foram corretos os comportamentos dos dois protagonistas desses episódios ocorridos na Câmara.

Mas, uma questão, em especial, me chamou a atenção. Um press-release foi distribuído para os órgãos de comunicação, relatando os episódios ocorridos na sessão de segunda e as medidas adotadas pela mesa do Poder Legislativo. Mas, o press-release não partiu da Câmara. Partiu de um e-mail privado de uma jornalista que trabalha na Assessoria de Imprensa da prefeitura de Marechal Cândido Rondon.

Ora, no meu entendimento, uma matéria que envolve interesses do Legislativo deveria ser elaborado pela Assessoria de Imprensa da Câmara e não pela Assessoria de Imprensa da Prefeitura. Por isso, fica uma dúvida:

– Não teria a Câmara Municipal um profissional habilitado para produzir um press-release entre seus vários assessores? Ou estaria a Prefeitura mais interessada do que a própria Câmara em tentar abalar a imagem do Observatório Social?

One Reply to “Atitude revanchista”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *