Pegou mal a entrevista que o vereador Guido Herpich deu ontem, quinta-feira, na Rádio Difusora. Ele apresentou o projeto para mudar o nome da prefeitura para Paço Municipal Arlindo Alberto Lamb. Até aí nada demais. Alguém tinha mesmo que apresentar o projeto.

Mas, o que pegou mal mesmo foi a forma como o vereador se pronunciou na entrevista, dando a entender aos ouvintes, que ele fora o mentor da homenagem. Que ele teria conversado com a sociedade e com o prefeito e então apresentado o projeto.

Essa homenagem ao Seu Arlindo partiu de um projeto interno do Rotary Club de Marechal Rondon, ainda no ano passado, amplamente debatida internamente. Depois, ela foi apresentada de forma oficial ao prefeito Moacir Froehlich em 11 de fevereiro deste ano. Fato esse inclusive divulgado pela imprensa local.

O oportunismo do vereador repercutiu muito mal e, inclusive, rendeu um comentário do presidente do Rotary Club, Paulo Kempfer, no Facebook e no Twitter.

Diz o comentário: Fiquei muito triste com a atitude do vereador Guido, ele resolveu usar nosso projeto para autopromoção. No projeto o Rotary Club Marechal Cândido Rondon encaminhou um pedido para mudança do nome do prédio da prefeitura, em 2010. Em fevereiro de 2011 numa reunião com a família rotária rondonense. O prefeito prometeu dar andamento e realizar a mudança proposta. E agora, ontem, ouço o vereador numa entrevista, dizendo que falou com o prefeito e com a sociedade e se dizendo autor do projeto. Não tenho nada contra ele, alguém teria que ser autor do projeto. Mas, a iniciativa da homenagem não foi dele, foi do Rotary. Isso ficou muito chato. Lamentável.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *