Deve voltar em breve à pauta de discussões no Congresso Nacional a matéria que pretende reduzir a jornada de trabalho de 44 para 40 horas semanais. O assunto já rendeu muito bate-boca entre empresários e sindicados de trabalhadores e ainda promete muito pano pra manga.

Se formos fazer uma análise mais detalhada da questão vamos observar que se a tal matéria for aprovada, os maiores prejudicados serão os pequenos empresários. É que muitas das grandes indústrias já têm jornadas de trabalho diferenciadas, com 40 horas semanais. Porém, para as pequenas empresas isso é praticamente inviável, pois estas vão perder muita competitividade, quando não forem inviabilizadas.

O ideal seria se essa questão não fosse algo compulsório e sim, uma possibilidade para ser negociada diretamente entre sindicatos de trabalhadores e sindicatos patronais, que devem ter total liberdade para discutir e formatar acordos nesse sentido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *